Técnicas projetivas: o que são e qual a importância?

técnicas projetivas
4 minutos para ler

Para extrair conhecimento e informações relevantes é fundamental inovar em suas pesquisas de mercado. Isso porque pode ser complicado encontrar voluntários que estejam dispostos a responder questionários muito longos. A partir disso, neste post, vamos conhecer as técnicas projetivas e descobrir seus benefícios.

Um dos seus grandes diferenciais é que esse método se desdobra em diversos tipos, o que proporciona novas abordagens e uma interação diferente com os seus entrevistados.

O que são técnicas projetivas?

Também conhecidas como técnicas de coleta de dados não estruturadas disfarçadas, elas estão diretamente ligadas à criação de uma circunstância que encoraje os entrevistados a expor livremente respostas sobre dados específicos.

Elas vêm diretamente do campo da psicologia, o que explica seu caráter subjetivo. As técnicas projetivas se relacionam ao método estruturado disfarçado, um modelo de pesquisa em que o entrevistado não conhece exatamente os objetivos da pesquisa.

Quais são as suas vantagens?

Elas são especialmente importantes para pesquisas de mercado, já que será possível obter um nível maior de insights. Isso porque utilizar as técnicas projetivas tem a ver com a busca de respostas mais sinceras e emocionais — o que vai ajudar a estabelecer com um nível maior de precisão os padrões e tendências de consumo daquela pessoa.

Além disso, elas apresentam outra vantagem significativa em relação às outras metodologias diretas não estruturadas (como grupos focais e entrevistas em profundidade): elas servem para encorajar respostas que os indivíduos não dariam se conhecessem o objeto de estudo. Nesses casos, esse tipo de método aumenta a validade das respostas concedidas ao disfarçar o tópico principal da pesquisa e estimular respostas mais espontâneas.

Quais são as principais técnicas?

Agora, vamos conhecer mais sobre essas técnicas de projeção de acordo com as variações encontradas em pesquisas de mercado.

Personificação

Essa é uma das técnicas projetivas mais recorrentes. Nela, um entrevistador pede para a pessoa questionada descrever determinada marca como se esta fosse uma pessoa.

A partir daí, os dois passam a desenhar o perfil dessa pessoa, traçando características por meio de aspectos como idade, estilo de vida e aspirações. Além disso, é possível substituir outros estímulos, como associar a marca a um determinado evento (uma festa, por exemplo, descrevendo o clima geral e as pessoas convidadas).

Esse tipo de abordagem vai ajudar as empresas a associarem seus produtos a características desejáveis, de acordo com o perfil de cada uma das pessoas integradas ao estudo.

Colagem

Aqui, o entrevistado é convidado a se manifestar em outro tipo de linguagem, fugindo um pouco dos questionamentos verbais. Um exemplo de colagem é oferecer revistas e solicitar que a pessoa procure imagens, objetos e palavras que se encaixem em relação ao tema proposto.

Balões de pensamento e diálogo

Esse estímulo é baseado em histórias em quadrinhos. As pessoas envolvidas terão à disposição balões representando diretamente suas falas ou pensamentos. Há uma infinidade de variações que podem ser aplicadas, já que o teste pode ser feito apenas com uma pessoa ou por vários indivíduos, que podem interagir ou não entre si.

Baralho de fotos

O entrevistador trabalha com um baralho, que pode envolver fotos, palavras, conceitos ou até mesmo situações. Depois, ele o oferece junto a um tema específico (que pode ser a sua própria marca). A partir daí, o entrevistado vai separar o conteúdo do baralho de acordo com as características que ele acredita combinarem com o tema proposto.

Desenho

Por fim, temos aquela que é, talvez, a mais intuitiva das técnicas projetivas. Aqui, é preciso que se ofereça papel, lápis e borracha e um tema ao entrevistado. Depois, a pessoa é incentivada a caracterizar o objeto desenhado.

O entrevistador pode estimular o voluntário com dicas, oferecendo objetos que faltem naquele desenho. É importante notar que esse tipo de teste é especialmente valioso quando realizado com crianças — talvez pela disposição maior dos pequenos para rabiscarem a folha de papel apresentada.

Agora que você já conhece as principais técnicas projetivas, já pode agregar esse valioso conhecimento às suas próprias pesquisas. Sua principal vantagem é extrair opiniões espontâneas dos entrevistados, estimulando diretamente a criatividade.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre pesquisas e inteligência de mercado? Então, leia nosso post sobre como a análise de concorrência pode ser usada de forma mais estratégica!

Powered by Rock Convert

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-