Como proteger sua empresas das fake news nas redes sociais?

3 minutos para ler

A propagação de notícias falsas não é utilizada somente em eleições ou em veículos jornalísticos de reputação duvidosa. As fake news nas redes sociais, por exemplo, também são utilizadas de modo a comprometer a reputação de um negócio.

Neste post, mostraremos algumas dicas para que você se proteja contra essas ocorrências. É preciso estar sempre atento aos canais de contato para se antecipar aos piores cenários possíveis e não perder clientes. Acompanhe conosco!

Monitoramento constante das redes sociais

Empresas já bem estabelecidas no mercado ou aquelas que estão experimentando um crescimento significativo são os maiores alvos de fake news. Isso porque estas ser divulgadas por consumidores insatisfeitos ou concorrentes pouco éticos.

Desse modo, é essencial monitorar as redes sociais e conferir o que as pessoas estão dizendo sobre a sua marca. Com o acompanhamento próximo, será mais fácil detectar os produtores de notícias falsas sobre o seu negócio e acioná-los juridicamente, caso seja necessário.

Uma analogia importante é o modo como as pessoas já reagem a fake news publicadas em jornais. É possível exigir direito de resposta ou uma retratação pública, por exemplo. Desse modo, você protege a sua reputação.

Posicionamento rápido nos canais da empresa

Caso a sua empresa seja vítima de rumores infundados, que comecem a se alastrar e a prejudicar o modo como os seus clientes visualizam o seu negócio, é fundamental se posicionar de forma firme nos canais de contato da empresa.

Assim, a sua companhia consegue refutar as fake news de forma incisiva e ainda sinaliza aos seus clientes que não se omite em momentos complicados. Quanto mais rápida e detalhada for a resposta, melhor será para a sua reputação.

Isso porque um posicionamento rápido mostra que a empresa tem uma resposta pronta e embasada sobre os rumores. Demorar demais para se posicionar pode sinalizar para o mercado que a companhia está trabalhando em uma estratégia para mitigar os danos em vez de refutar terminantemente as notícias falsas.

Utilização de ferramentas de Big Data

Empresas como o Google já utilizam ferramentas de Business Intelligence e Inteligência Artificial para ranquear páginas. Dessa forma, sites confiáveis são posicionados nos primeiros lugares, e os usuários evitam as fake news.

É importante notar que usuários e robôs com perfis falsos utilizam um elevado número de termos sensacionalistas no corpo do texto. Isso porque se torna mais fácil alavancar essas fake news de forma mais rápida, chamando a atenção de forma exagerada.

A boa notícia é que é possível utilizar ferramentas de Big Data e Business Intelligence para mapear termos sensacionalistas e detectar fake news com agilidade. As soluções digitais implementadas vão rastrear e analisar palavras-chave, o que possibilita um trabalho mais apurado de acompanhamento.

Como pudemos ver no conteúdo, as fake news nas redes sociais se espalham de maneira rápida e podem comprometer o seu negócio. Além disso, aplicativos de chat, como o WhatsApp, são utilizados de forma recorrente na propagação de notícias falsas. É possível, contudo, combinar uma gestão vigilante a ferramentas tecnológicas de alto nível.

Gostou do nosso artigo e quer conferir outros conteúdos como este? Então, não deixe de nos seguir nas redes sociais e acompanhar nossas atualizações em primeira mão. Estamos no Facebook, no LinkedIn e no Instagram.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-