Pesquisa qualitativa: saiba o que é e por que é importante

pesquisa qualitativa
5 minutos para ler

A pesquisa qualitativa é um dos principais métodos para colher opiniões e desenvolver estratégias comerciais de sucesso. Isso porque, ao contrário do método quantitativo, ela se concentra em coletar informações mais detalhadas sobre o seu objeto de estudo.

Essa estratégia desempenha papel importante no desenvolvimento de novos serviços e produtos, além de embasar o processo de tomada de decisão por parte dos gestores. Preparamos um conteúdo especial para que você conheça os benefícios dessa abordagem. Confira!

O que é pesquisa qualitativa?

A pesquisa qualitativa é uma estratégia de caráter mais exploratório, com foco na subjetividade do objeto analisado. Dessa forma, é possível obter respostas mais espontâneas e menos direcionadas. Ela busca compreender o comportamento e as motivações dos consumidores, priorizando suas experiências individuais.

A coleta dos dados pode ser realizada de diversas formas. Uma ação bastante comum é o estabelecimento de grupos de discussão (também conhecidos como focus groups), além de entrevistas qualitativas individuais — que favorecem opiniões menos enviesadas.

Os entrevistados são encorajados a emitir opiniões livremente, desde que estejam associadas ao objeto de estudo. Um bom exemplo é a utilização dessa estratégia para descobrir preferências na escolha de uma marca ou um produto específico.

Além da interpretação de comportamentos, esse tipo pesquisa ajuda a identificar hipóteses para resoluções de problemas. Isso ajuda estabelecendo um relacionamento mais íntimo com o cliente ao explorar suas expectativas no lançamento de novos produtos.

Quais são os seus benefícios?

Como mencionamos, a principal função da pesquisa qualitativa é entender as necessidades dos clientes e suas tendências de consumo. Com os resultados, torna-se possível perceber o que os estimula a adquirir determinados produtos e entender a relação dessas pessoas com a sua marca.

Além disso, ela também possibilita testar a eficácia do seu planejamento estratégico. É possível descobrir quais estratégias não estão funcionando e redirecionar esforços para algo que satisfaça os clientes.

A pesquisa qualitativa também influencia todo o seu trabalho de marketing, já que, por meio dela, é possível estabelecer o que será devidamente explorado na fidelização de novos consumidores. Assim, por meio de um trabalho bem conduzido, os gestores descobrirão se há demanda para um novo serviço ou produto e, a partir daí, orientar suas estratégias mercadológicas.

MANEIRAS DE REALIZÁ-LA

Decisão do objeto de estudo

O primeiro passo é escolher o que será explorado em sua pesquisa qualitativa. Um bom exemplo é o lançamento de um produto e sua aceitação por parte dos consumidores em potencial.

Com o caráter subjetivo da metodologia, é possível estabelecer um tópico (o produto e a demanda por ele) e colher informações livres do entrevistado.

Busca de referências

Além de colher informações com os entrevistados, é importante consultar outros estudos que se relacionem com o tópico da sua pesquisa.

Dessa forma, você não corre o risco de realizar uma pesquisa “duplicada”, ou seja, que gere resultados já discutidos pelos concorrentes.

Escolha do tamanho da amostra

Uma das grandes diferenças entre as pesquisas qualitativa e quantitativa é que a primeira não depende do tamanho das amostras. O foco, aqui, é colher o maior número de informações úteis em vez de necessariamente reunir um grande número de resultados.

Definição da metodologia

É possível escolher as abordagens mais adequadas ao seu tópico. Desse modo, é possível priorizar entrevistas em grupos, privilegiando o brainstorming, ou colher depoimentos individuais, por exemplo. Além disso, você ainda pode combinar as duas estratégias — tudo vai depender do tempo que você dispõe.

Duas metodologias se destacam: o estudo de caso, com entrevistas mais pontuais, e a pesquisa etnográfica, que requer um trabalho de campo mais completo.

Coleta dos dados e análise das informações

Agora, temos a realização, de fato, da sua pesquisa qualitativa. É o momento de colher os dados e destrinchá-los para produzir valor.

Quando tiver as informações reunidas, é hora de analisá-las cuidadosamente e sintetizar os dados colhidos e colocar tudo no papel. Ao cruzar e analisar o que foi obtido, você chegará à hipótese que responde à pergunta central.

Percebeu como a pesquisa qualitativa é uma eficiente ferramenta para estabelecer padrões de comportamento e consumo? Além disso, ela se destaca pela oportunidade de colher informações mais amplas dos clientes e entender suas preferências e necessidades, garantindo um relacionamento mais próximo com essas pessoas.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre como uma empresa especializada no assunto pode ajudá-lo a conduzir o seu próprio estudo? Então, entre em contato conosco e conheça o nosso trabalho!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-